27 de jun de 2011

A pessoa perfeita


A busca de um ser perfeito que satisfaça todas as necessidades,
econômicas, físicas, sexuais e espirituais,
é uma crença, uma fantasia, uma limitação,
uma idéia,que impede de se vivenciar o amor na sua plenitude.
Como este ser ideal não existe,
passa-se a vida esperando...


A pessoa ideal só existe no pensamento
de quem a criou e jamais será encontrada.
Somos seres duais com o positivo e o negativo,
querer descartar o negativo que está implícito,
dificilmente encontrará alguém.
Todos nós temos defeitos, manias e características
que desagradam o outro,
mas no fundo desejamos compartilhar a vida com alguém.


O conviver envolve desafios, conversas, ajustes,
paciência, dar tempo aos processos,
sempre respeitando o que é.
O amor acontece quando aprendemos aceitar os defeitos
e gostar das coisas boas que o outro tem a oferecer ...
É desta forma que se constrói a base
mais sólida da compreensão.
O mais importante de tudo isso é saber eleger
alguém que torne a nossa vida MAIOR e não menor.


A melhor opção é confiar.
Confiar significa entregar,
não para obter algo,
mas para compartilhar.