20 de mai de 2012

Reflexão para o dia de hoje



Trancar o dedo numa porta dói.
Bater com o queixo no chão dói. Torcer o tornozelo dói.
Um tapa, um soco, um pontapé, dóem.
Dói bater a cabeça na quina da mesa,
dói morder a língua, dói cólica, cárie e pedra no rim.
Mas o que mais dói é saudade.
(Martha Medeiros)


É certo que sempre poderemos evocar presenças em nossas
sensações e recordações dos tempos em que compartilhamos
a alegria de estarmos juntos nesta vida.