6 de dez de 2011

Virtudes





Virtude pode ser entendida,como um traço de caráter,
 um valor adquirido de fazer o bem a si e aos outros.
É uma forma de agir que
enobrece a pessoa.
É próprio Bem aplicado no dia a dia.
São muitas as virtudes...e
o conjunto delas tornam o indivíduo mais elevado, íntegro, humanitário.
...Que tal começar o ano praticando algumas delas
ou por que não todas...
para fazer o seu mundo  e das pessoas à sua volta melhor!!!
Eu, como admiradora de Benjamin Franklin,
deixo aqui as 13 virtudes, que ele achava mais importantes.
....As virtudes valorizadas por Franklin
são hoje tão significativas quanto há 200 anos atrás.


Temperança:
Diminua a quantidade e os excessos "exóticos".
 Se possível não beba, senão água,
muito embora vinho com moderação possa ser saudável.
Liberada porém a cervejinha com os amigos na sexta à noite,
com um "nadinha" de linguicinha.

Silêncio:
Fale apenas o que for necessário para entreter uma conversa agradável com os presentes, ou para esclarecer os curiosos sobre algo socialmente útil. "Jogar conversa fora" é permitido, desde que o ambiente o permita.

Ordem:
Não há desculpa para manter o seu próprio ambiente de trabalho ou lar em desordem, a não ser a preguiça e o desleixo. Respeite os outros e a si mesmo organizando seus papéis e objetos pessoais. Você perde um tempo precioso procurando papéis perdidos e velhos recados.
..
Resolução:
Deve-se cumprir aquilo que se propôs, consigo mesmo ou com outro.
..Frugalidade :
 Não desperdiçar, difícil de manter nestes tempos de consumismo barato e de shoppings convidativos....
Aplicação:
 Não perder tempo; ter sempre em mãos qualquer trabalho útil;
suprimir todas as ações desnecessárias.
..Sinceridade:
 Seja aberto e transparente com todos, inclusive com os seus inimigos. Nada pode ser mais desarmante do que a verdade sendo dita em qualquer circunstância.
Se tiver de mentir, que seja por caridade,
para não ofender gratuitamente alguém fragilizado psicologicamente.
...
Justiça:
Critério absoluto. Não prejudicar ninguém fazendo o mal
 ou omitindo benefícios que constituem nosso dever.
...
Moderação:
Evite os extremos e não seja radical.
Não guardar ressentimentos pelas injúrias recebidas.
...
Limpeza:
Não tolerar a falta de limpeza no corpo, no vestuário ou na habitação.
...Tranquilidade:
 Não se pertubar com coisas insignificantes e nem com as inevitáveis.
 Persiga seus objetivos profissionais e pessoais com segurança.
...
Humildade:
Se possível, imite Jesus e Sócrates, aos quais poderia ser agregada a companhia de Buda.
 Não seja vaidoso, a não ser para demonstrar que você consegue cumprir pelo menos a metade dos preceitos de Benjamin Franklin,
 o que é uma meta razoável para simples mortais como nós.
...
Como disse Franklin certa vez.
“Esteja em guerra com seus pontos fracos, em paz com seus semelhantes, e que cada ano o encontre uma pessoa melhor".
Este ainda é um bom conselho né?