13 de set de 2010

Você é insubstituível!!


É verdade!
Alguém pode exercer a sua função,
igualzinho a você ou até melhor.
Mas apenas a função é substituível, não você.
Num mundo tão robotizado como o de hoje, é comum confundir a pessoa com a função que ela exerce.
Uma criança, por exemplo, perdeu a mãe e é educada por uma boa madastra.
Ela desempenha bem o papel de mãe,
mas não é a mãe,
que tem e sempre terá um lugar especial.
Cada um de nós tem seu espaço físico, psíquico e emocional
definidos por sua identidade.
Certamente, as atitudes
que eu tomaria numa determinada
situação diferem das suas.

Você já fez essa descoberta??
.......