2 de abr de 2008

Solidão


Solidão não é a falta de outras pessoas
em nossas vidas,
mas é
a falta de nosso apoio a nós mesmos.
Uma pessoa só a sente
se tiver se abandonado,
se distanciado da
sua alma.
Fica mais difícil de lidar com ela quando ainda se espera
que o outro dê um significado para a nossa vida.
A solução não reside encontrar uma pessoa
para preencher o vazio, nem se envolver em muitas atividades,
nem virar um workaholic.
Podemos sentir sós apesar de acompanhados, casados, com filhos,
com amigos, rodeados de gente falando o tempo todo...
não importa o quanto alguém possa nos amar, paparicar,
a dor da solidão vai sempre nos cutucar
quando não nos damos importância
às nossas sensações, nossas vontades,
sentimentos e emoções.
A solução é olhar para a nossa vida,
prestar atenção ao que se sente, ao que se quer,
expressar sentimentos, ir atrás dos sonhos, projetos, realizações...
O cuidar de nós dá trabalho!!
Temos muito a investir, a nós dedicar...
Olhar para dentro de nós mesmos
e perguntar de que gostamos?
O que queremos?
E o que pretendemos da vida?
Entender que você é o centro do seu próprio universo
da sua vida,
faz toda a diferença!!
Com o tempo ao realizar suas vontades,
irá aos poucos percebendo
como é gostoso ficar consigo mesmo,
com seus pensamentos, seus sonhos,
suas músicas, seus livros, etc..
Ao fortalecer a sua individualidade,
começa-se a ser autêntico, espontâneo e verdadeiro,
consigo mesmo e com os outros.
Já não precisa vitalmente das pessoas,
e não mais da obrigação de estar com elas o tempo todo.
O estar com elas agora , atende uma vontade do coração!!
Percebe também que conviver consigo mesmo
é um ótimo programa!!
Pois, só se sente só quem não é boa
companhia para si mesmo.

Você já sentiu essa espécie de vazio alguma vez?