28 de jun de 2012

Intuição


Quantas vezes não pronunciamos no momento
oportuno as palavras que gostaríamos de dizer,
pelo medo de parecermos ridículos e imaturo...
Quantas vezes ficamos porque tivemos medo de partir...
Quantas vezes partimos porque tivemos medo de ficar...
Quantas vezes dizemos baixinho o que na realidade gostaríamos de gritar...
Essa voz mental que a gente obedece,
chama-se EGO , que nada mais do que as cobranças internas.
O Ego não aceita ser contrariado,
deprecia o nosso querer.
Quantas vezes demos atenção a ele...
nos prejudicando, limitando os nossos verdadeiros desejos.
É fundamental ouvir a nossa voz interior,
a intuição.
Todos nascemos providos dessa sabedoria.
Ela sempre nos dá um alerta.
O problema é que muitas vezes não damos
ouvidos a ela como deveríamos.
Daí entramos em situações complicadas.
A intuição é a inteligência do coração,
Intuir, portanto, é enxergar melhor as coisas
que acontecem lá fora, olhando para dentro,
e aparece na forma de uma
profunda emoção e autoconfiança,
sinalizando caminhos
que nos levam em direção à felicidade.