25 de mar de 2008

Risos e gargalhadas


"Há quanto tempo eu não ria tanto assim!"
Quem já não ouviu essa frase de
alguém que acaba de dar uma gostosa gargalhada?
O fato é que a maioria das pessoas ri menos do que gostaria.
Não é por acaso.
Nossa sociedade valoriza o culto ao trabalho,
o lógico e concreto,
e coloca o riso,
que representa o lado lúdico, em segundo plano.
Infelizmente ainda se associa o riso à falta de seriedade profissional.
Todas estas idéias e preconceitos, inibem o riso e o bom humor.
e deixa-se de lado a espontaneidade e a brincadeira,
excelentes fontes de boas risadas.
E o riso passa a ser um lazer agendado;
assistir comédias, programas humorísticos de TV, livros
engraçados, uma piada aqui, outra lá....
Sendo que o riso mais gostoso é aquela que vem
do inusitado, que não é esperado
dentro de uma certa lógica dos acontecimentos,
"ingrediente" necessário
e indispensável a uma boa risada.
Para rir mais, preste atenção
se não está dando pouco espaço
para o inesperado, para a descontração,
para a brincadeira em seu dia-a-dia.
Dê uma chance ao lado prazeroso da vida
e permita-se gargalhar
sem censura.
Você vai descobrir uma terapia deliciosa!

Para você o engraçado está nos olhos de quem vê?