30 de nov de 2010

Gentileza

Atos de gentileza fazem bem ao corpo, à mente e ao espírito,
comprovam estudos científicos.
Liberam endorfinas,
o que provoca uma agradável sensação de alegria e bem-estar.
A falta de gentileza contribui para um mundo estressante,
isto porque a a gentileza humaniza e facilita o convívio humano.
Não se trata de subserviência ou de prestar um favor.
Ser gentil é um modo de agir, é
um jeito de ser, é muito mais profundo do que ser educado.
Trata-se de uma característica diretamente relacionada
com caráter, valores e ética;
tem a ver com o desejo de contribuir com um mundo
mais humano e eficiente para todos
É olhar o outro, é procurar saber se este está bem.
É dar a vez no trânsito.
É retornar telefonemas, e-mails.
Agradecer convites ou favores recebidos.
É olhar nos olhos da pessoas enquanto fala.
Sorrir e gargalhar verdadeiramente,
mesmo ao falar pelo telefone ou teclando.
É falar calmamente e demonstrar
interesse no que se está ouvindo.
Abraçar e beijar para se cumprimentar.
Oferecer café ao colega de trabalho.
É compreender, compartilhar,
dar informações com solicitude.
Ligar para alguém que não vê faz tempo
e dizer que sente saudades....
O importante é dar ao outro,
por um momento curto que seja,
o valor que se quer ter.
Daí nasce o equilíbrio das relações e a ternura no coração.
Na verdade, nada precisa ser grandioso
ou despender tanto tempo, ou muitas palavras para ser explicado.
Basta que seja fácil de ser percebido, simples de ser sentido.
Quem a recebe se sente valorizado.
Quem a pratica respeita a si mesmo.
Você acha que o ser humano está se esquecendo de ser gentil?