29 de ago de 2010

Compaixão é diferente de ter pena


Muita gente confunde compaixão com pena.
São coisas muito diferentes.

Pena é um sentimento sem ação,
pobre, normalmente acompanhado por
sentimento de superioridade.
A pena cria o "coitadinho" ,
aquele ser incapaz...
Quem tem pena, muitas vezes, não ama verdadeiramente.
Não vale a pena ter pena!!
.
Compaixão
é compartilhar,
é olhar para o outro e ver o que ele precisa naquele momento.
Pode ser um abraço apertado,
uma bronca, uma orientação, uma ajuda...
É dar aquele estimulo, aquela força, mas
sem se envolver com o fato ou a situação.
..
Porque compaixão implica respeito
e não dá a ninguém o direito de querer
retirar das costas de alguém,
por mais querido que seja,
"os seus desafios."
São eles que nos fazem crescer.
..
A verdadeira ajuda não é fazer algo pela pela
pessoa,
mas sim dar oportunidade para que ela mesma faça
e que descubra a sua própria força interior,
libertando-a da ilusão limitadora do comodismo.
..
A qualidade transformadora da compaixão é a liberdade,
e assim fazendo uso da compaixão vamos
libertando-nos uns aos outros....
e crescendo na nossa evolucao!!