3 de out de 2007

Crises

Às vezes, a vida apresenta quedas emocionais,
nas relações, no trabalho, econômicas, existenciais...
Parece, em certos momentos, que tudo se torna negro.
Chamamos isso de crise,
ela não é uma palavra terminal, mas de transição, de mudança, de oportunidade.
Não é fácil passar por ela sem que o que lhe tenha acontecido lhe doa ou machuque.
Frente a ela o mais conveniente não é fugir, brigar ou empacar, com isso
não vemos mais nada.
O adequado é sentir e aprender... saber o que ela quer e porque está no pedaço,
e procurar a melhor solução para espantá-la.
A porta da saída da crise é a aceitação e a ação.
É deixar o velho morrer e ingressar,
de braços abertos, no novo.
Aceitação não quer dizer resignação, mas o que você deve aprender
diante desta situação, adotar uma postura de crescimento
sem dramatizar..
As crises não são eternas; por mais dura que seja, toda crise passa,
e cada uma é uma nova oportunidade
para amadurecer
e um desafio para crescer e melhorar.

Quais são as crises que se repetem mais em sua vida
e em que áreas?