6 de fev de 2012

Crenças limitadoras


Crenças limitadoras são idéias sem experiências adquiridas geralmente na primeira infância,
e que na vida adulta funcionam como próprias
e verdadeiras, sem revisão nem discussão.
Estas crenças se mantém até os dias de hoje,
sem serem atualizadas ou por falta de conhecimento
ou questionamentos sobre a sua veracidade.
Crenças como:
Quem ama sofre
O rico não vai para o reino dos céus
Sucesso não traz felicidade
Felicidade é passageira.
Tristeza não tem fim..
Mãe que trabalha fora não é uma boa mãe.
Isto traz conflitos em sua vida, porque você quer uma coisa mas ACREDITA em outra.
São crenças que não foram atualizadas e hoje aprisionam e impede você
de atingir a sua realização pessoal.
Desta forma tudo paralisa e não lhe permite alcançar o que se propõe.
Ter um parceiro.
Mudar de trabalho.
Ter tempo para desfrutar..etc.
Aquilo que você mais acredita traz mais frutos.
Reveja essas crenças limitadoras procurando substituí-las por crenças auxiliadoras,
se perguntando.
O que é que me leva a acreditar que é assim?
A que pessoa ou a que acontecimento está ligada esta frase?
Não terei já nas minhas experiências passadas exemplos que contrariem esta crença?
Perceba também que as limitadoras interfere na sua vontade,
porém a vontade sozinha não funciona, precisa
do Acreditar para concretizar os seus ideais,
Crenças limitadoras divorciadas da vontade e aliada nas crenças auxiliadoras determinam o resultado almejado.


Você deve estar se perguntando:
Quais as minhas crenças que devo rejeitar?
Todas as que o mantém triste e infeliz.
Cuidado com aquelas que contém "Deveres"
A crença baseada no Dever, não nos ajudam porque a realidade
não entende o "Dever".
As coisas são como são.